Aventura jurídica

Quando se fala em ação trabalhista, a Justiça tende a decidir pelo trabalhador. Mas os advogados Marcelo Marçal Sardá e Manoella Luiza Molon, representando o Continente Park Shopping, conseguiram um feito raro: que o autor da ação, além de perder, fosse condenado. Quem se saiu mal foi o sindicato que representa os trabalhadores da limpeza do centro de compras.

Os advogados conseguiram provar à Justiça que a entidade agiu de má-fé: pediu aumento do adicional de insalubridade em percentual diferente do recém-negociado em convenção coletiva de trabalho e ainda alegou que o shopping não pagava o adicional, o que foi provado não ser verdade. Para o juiz do Trabalho Jony Carlo Poeta, a tentativa do sindicato não passou “de uma aventura jurídica”. Ele ainda condenou o sindicato ao pagamento de multa, indenização em favor do shopping e honorários advocatícios. Fica o alerta.

Fonte: Diário Catarinense – Cacau Menezes | Pág. 54 | 17.12.2013