Reduzindo um tantão

Atrás de Curitiba, que elevou 37,30%, Floripa foi a segunda colocada no ranking de cidades brasileiras que mais aumentaram o preço do metro quadrado de imóveis em 2013, com alta de 17,9%, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Os custos com mão de obra são a justificativa do mercado. Mas pouca gente sabe que a cobrança indevida de um imposto tem ajudado nessa subida de preço. As prefeituras estão cobrando o Imposto sobre Serviços (ISS) sobre o valor total das notas fiscais emitidas pelas empresas que atuam na construção civil, o que inclui os materiais usados nas obras.

Mas o ISS deve incidir apenas sobre o custo da mão de obra, avisa a advogada Luana Regina Debatin Tomasi.

Fonte: Diário Catarinense – Cacau Menezes | Pág. 58 | 27.02.2014