Tributação reduzida

Boa notícia para as clínicas médicas, um negócio cada dia mais lucrativo. Elas não precisam da estrutura física de hospital para ter direito a benefícios fiscais.

Luana Tomasi, advogada do escritório Mosimann & Horn, explica que esses estabelecimentos médicos devem ser tributados em 8% para o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e em 12% de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), em vez de 32% do total das receitas, cobrados atualmente pela Receita Federal. O entendimento é do Superior Tribunal de Justiça, mas é necessário ajuizar uma ação para obter tal redução.

Dados do Conselho Regional de Medicina apontam que Santa Catarina tem mais de 4,4 mil clínicas médicas.

Fonte: Diário Catarinense – Coluna Cacau Menezes | Pág. 35 | 04.07.2016