Carreiras

O Mosimann-Horn Advogados costuma ser referenciado como uma verdadeira “escola da advocacia” e um notável celeiro de talentos e oportunidades.

Seguindo o perfil dos nossos sócios fundadores, perpetuamos uma cultura organizacional extremamente colaborativa, horizontal e de muito aprendizado. Parafraseando os sócios Oswaldo Horn e Hélio Mosimann, costumamos dizer que “as portas estão sempre abertas” a todos aqueles que desejam evoluir em suas carreiras.

A grande maioria dos nossos sócios desenvolveu suas carreiras inteiras no escritório, iniciando como estudantes. Além disso, inúmeros dos que por aqui passaram e não estão mais conosco, sejam eles estagiários, advogados ou funcionários, seguiram novas trajetórias de muito sucesso.

Buscamos pessoas capazes de trabalhar de forma colaborativa, em um ambiente dinâmico e diverso, com respeito e confiança. É nisso que acreditamos e buscamos em nossos colaboradores.

“Confiança e reputação são os alicerces de um bom escritório de advocacia. Aos 22 anos eu não tinha essa imagem tão clara, mas tive sorte de fazer a aposta certa ao começar minha carreira no time Mosimann-Horn como estagiário, depois associado, sócio júnior e finalmente sócio coordenador. Após ter percorrido essa jornada, posso dizer: se você gosta de desafios, superação (e um pouco de adrenalina!), esse pode ser o local onde irá se realizar profissionalmente.”

Lio Bocorny
Lio Bocorny Advogado e sócio do escritório Responsável pelos núcleos de arbitragem, societário e M&A e contratos. É mestre (LL.M.) em Negócios Internacionais, Contencioso e Arbitragem pela New York University - NYU (2017).

“Ao estagiar e advogar no Mosimann-Horn Advogados pude presenciar a preocupação diária do escritório com a formação de profissionais de excelência, tendo sido incentivado a aperfeiçoar constantemente meu conhecimento e recebido a oportunidade de viver intensamente a profissão de advogado. Os principais ensinamentos que pude absorver durante este período foram: cuidado no atendimento ao cliente; busca constante pelo conhecimento a fim de prestar o melhor serviço jurídico; valorização das relações pessoais, garantindo um ambiente de trabalho tranquilo e saudável.”

Leandro Oliveira
Leandro Oliveira Foi estagiário e advogado associado do escritório Hoje é sócio do escritório Leduc Lins Advogados.

“No Mosimann-Horn tive a oportunidade de conviver e aprender diariamente com grandes advogados. Muito além de adquirir técnicas e conhecimentos jurídicos, aprendi também sobre a importância da busca incessante pela excelência, dedicação, ética e foco absoluto na defesa dos interesses dos clientes. Trabalhar no MH foi fundamental para minha formação profissional.”

Eduardo Moretti
Eduardo Moretti Foi estagiário e advogado associado do escritório Hoje é in-house counsel do Grupo WEG.

“Estagiar e advogar no Mosimann-Horn foi muito além de fazer parte de um dos maiores escritórios de Santa Catarina. O ambiente é muito colaborativo e desafiador, com pessoas engajadas e extremamente competentes. Sem dúvidas, foi fundamental na minha formação e na forma como me espelho para me tornar um profissional melhor.”

Luis Ribeiro
Luis Ribeiro Foi estagiário e advogado associado do escritório É advogado do escritório Mattos Filho - Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados.

“Entrei no Mosimann-Horn pouco tempo depois de me formar. Era bastante inexperiente e já nas primeiras semanas fui apresentada a uma advocacia de excelência. O aprendizado contínuo e a supervisão próxima dos sócios com quem eu trabalhava me instigavam a me dedicar cada vez mais. Comecei a me sentir realmente parte da engrenagem e o crescimento pessoal e profissional me mostraram que ter entrado no escritório foi a melhor escolha da minha carreira. Hoje, como sócia, sigo aprendendo diariamente e cada vez mais satisfeita com o trabalho em equipe que exercemos.”

Clarissa Cardoso
Clarissa Cardoso Advogada e sócia do escritório É mestre em Direito Civil pela UFSC.

“Foi no ano de 2017, nos últimos semestres da faculdade, em meio à conhecida crise existencial acerca dos obscuros rumos profissionais que a graduação traz, que, após rigoroso processo seletivo, o MH me oportunizou iniciar o meu estágio em Direito. A oportunidade aqui mencionada é àquela dada a uma mulher preta, cotista de uma universidade federal, que adentrou a um ambiente de formação completamente desconhecido, cheio de desafios e de obstáculos, somatizados à pequena representação racial institucional, a qual infelizmente sugere que ambientes jurídicos institucionais não são destinados ao grupo racial ao qual pertenço. Na minha trajetória no MH aprendi muito além de processos, aprendi a importância do trabalho em equipe, da dedicação, da entrega, dos resultados e, consequentemente, do reconhecimento. Cada dia me percebo mais forte como profissional, mais confiante e preparada para abrir caminhos às mulheres pretas, que vivem anseios semelhantes aos meus quando da graduação, para que possam se inspirar, se empoderar e ocupar todos os espaços.”

Carol Vizeu
Carol Vizeu Advogada e sócia do escritório É uma das idealizadoras do Comitê de Inclusão Racial do escritório.

“Tenho imensa gratidão por fazer parte do time Mosimann-Horn! Confiaram a mim a oportunidade de implantar o setor financeiro, o que me proporcionou grande aprendizado e crescimento profissional. Foi um grande desafio. Ver hoje o setor consolidado e estruturado, com metodologias, critérios e padronizações que engrandecem o escritório, gera um sentimento de muito orgulho. Recentemente fui homenageada ao completar 10 anos de escritório. Foi um gesto que me deixou ainda mais motivada a trabalhar em algo que me realiza pessoal e profissionalmente.”

Mariziane Polaquini
Mariziane Polaquini Gerente financeira Responsável pelo gerenciamento de todos os aspectos financeiros que envolvem o escritório.

“Eu entrei para o time do MH em 2010, recém-formada e aguardando o resultado da OAB. Amplamente reconhecido pelo serviço de excelência prestado aos seus clientes, na época, o escritório passava por uma reformulação interna quanto à cultura de trabalho e serviço aos clientes. Bebendo da ampla experiência dos sócios do escritório, minha atuação sempre foi orientada e conduzida com muito cuidado, respeito e de acordo com o estágio na minha carreira e minhas características individuais. Para além do aprendizado técnico-jurídico, no MH eu fui amparada e encorajada a desenvolver potencialidades e habilidades que carrego comigo até hoje. Ainda lembro com muito carinho da minha primeira sustentação oral feita no TJSC, que, com a confiança e o apoio crucial dos sócios, atingiu resultado máximo para o cliente, me ajudando a acreditar no meu trabalho e a quebrar a barreira de falar em público. Assim como meus colegas, eu sempre fui incentivada pelos sócios a aprimorar meus conhecimentos e formação, recebendo total apoio quando decidi realizar meu mestrado na UFSC. Coincidência ou não, meu tema de pesquisa de doutorado surgiu de um artigo que escrevi para jornais locais de SC, a pedido e suportada pelo escritório. Essa pesquisa acabou sendo reconhecida nacionalmente e internacionalmente pela relevância do tema. Hoje, no meio acadêmico, trago valiosas lições aprendidas durante minha jornada no escritório e posso afirmar que fui muito feliz durante meus anos de advocacia ali exercidos. Continuo acompanhando e me maravilhando com o florescimento, complexificação e evolução desse time do qual tenho muito orgulho de já ter feito parte.”

Kamila Pope
Kamila Pope Foi estagiária e advogada associada do escritório Mosimann-Horn É PhD em Direito Ambiental e Políticas Ambientais pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, guest researcher do Leibniz Centre for Agricultural Landscape Research (ZALF, Berlin), pesquisadora do Risk Society Research Group (GPDA), membro do Experts Committee do HOP - Hale à l’Obsolecence Programmée, dentre outras atividades. Foi vencedora do Green Talents em 2017, por conta do seu trabalho sobre obsolescência programada. É autora de livros considerados fundamentais sobre os temas obsolescência planejada e produção e gestão de resíduos: Global Waste Management: Models for Tackling the International Waste Crisis, Understanding Planned Obsolescence: Unsustainability Through Production, Consumption and Waste Generation e sua versão em língua portuguesa Obsolescência Planejada e Direito: (In)sustentabilidade do consumo à produção de resíduos.

Se você busca desenvolvimento, por meio de aprendizagem constante e vivência de experiências em um ambiente organizacional colaborativo, diverso, desafiador e ético, venha fazer parte da nossa equipe.

Estamos contratando Abrir

Carreiras

Se você gosta de desafios, dinamismo e busca um ambiente multidisciplinar e diverso, participe dos nossos processos seletivos!

Concordo com a coleta, o uso e o processamento dessas informações, para eventual processo seletivo: